Translate

sábado, 8 de março de 2008

A dama / por O.Heinze

Noite azul, calma,
morna no corpo,na alma.
Sinto-me embalado
nos braços da ternura,
Sonhador apaixonado
enlevado nas alturas.
Tudo pela presença
de uma doce dama
que sem pedir licença
me envolve, me ama.
Como não querê-la
dentro e fora de mim?
Respira-la e tê-la
Quase uma flor de jasmim?
Oh dama-da-noite*, do ar,
por que não sais da planta
e pedes para Deus te encarnar?
E feita mulher te levantas,
para me namorar, seduzir
e fazer meu mundo florir?

*Dama-da-noite: Planta de nome científico Cestrum.
Também conhecida como: Coerana, anilão,
jasmim verde, fruta de pombo, maria preta, pimenteira.

Um comentário:

Zilda disse...

Linda!!Romãntica,simples,um tanto sensual.
Aguça nossos sentidos para apreciar o belo, para despertar o amor, para ver felicidade nas coisa simples.
Parabéns , amigo!Tenho certeza que ainda verei seus livros em todas as livrarias.