Translate

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Xis da questão / por O.Heinze

Bem que eu quereria
que o mar só fosse calmaria
com vagas azuis, verde esmeralda
mas qual, oh doce calda
sinto que tudo é quimeras.
Os ares não são só da brisa
estamos entre anjos e feras!
E eis que a sorte agoniza:
jardins não são só primavera
e os sonhos... Utopia?
Não posso crer no dia
que cores não aconteçam;
os pássaros emudeçam;
os olhos não mereçam
um sorriso gratuito?!
Não adianta lutar muito
guerrear não faz se salvar
apenas ferir mais a tudo
fazendo bem grave, agudo
o sofrer a se rasgar.
Nos estertores da morte
quem sente mais dor?
A formiga ou o elefante?
O homem ou a mulher?
O feio ou o galante?
E quem seria mais importante
para o equilíbrio do mundo?
O rico ou o moribundo?
O caos ou a paz?
Infelizmente acho
que o mundo se perdeu
se tornou um capacho
do capricho meu e teu!

Santo André, 24/05/2017.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Miniatura de piano que montei:








Eu ganhei essa miniatura de minha filha (de coração) Grace, lá dos E.U.A, quando ela esteve aqui em visita.