Translate

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Flor negra do mago / por O.Heinze

Achei uma flor negra
de incomparável beleza
perdida à margem do lago.
Em sendo eu este mago
fiz dela a minha poção
enfeitiçando meu coração.
Quis tanto fazer-lhe um afago...
Mas a flor estava presa
por raízes fundas no presente
se sentindo só e indefesa
não podia fazer diferente.
Continuaria ali plantada
observando o mago passando
por essa paixão encantada
de ambos se desejando...


(para minha querida Jo)

2 comentários:

Clau Assi Poesias disse...

Vim te convidar para comemorar o primeiro aniversário do meu blog. Temos uma fatia de bolo especial pra você.
Obrigada por autorizar-me a ter seu blog no meu blogroll. É uma honra!!

Beijo ternurento

Clau Assi

Osvaldo Heinze disse...

Claro que sim! Honra toda minha querida Clau. Bjs!