Translate

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Para vivos e mortos / por O.Heinze

Ecoa o canto do galo
ainda há vida na cidade.
Manhãzinha de domingo. Carnaval.
Ecoam os sinos da igreja
ainda há fé nas coisas santas.
Ao longe um cão ladra e ecoa.
Passarinhos trocam conversas.
Deve haver muitos foliões morridos
de sono, caídos em seus leitos.
Outros em bancos, alguns nas calçadas.
O sol aponta para vivos e mortos.
Vento e vozes inexistem.
Tudo largou mão de viver, menos eu,
o galo, o cão, os pássaros e o sol.
Pois os que vão orar pedem por vida
e os foliões querem morrer ainda mais...

2 comentários:

Nabel Braz disse...

"Mas é carnaval"...

Abraços de luz

Osvaldo Heinze disse...

Valeu pelo comentário amigo! Verdade, é carnaval! Magia no ar...
Abraços!