Translate

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Um único beijo / por O.Heinze

Um único beijo teu
roubou todo meu eu.

Esqueci o mundo pesado
tornei-me todo flutuante
feito um cavalo alado
feito nuvem mutante.

Vestindo todas as cores
voando sem ter noção
sentindo o melhor dos sabores
e o rufar do coração.

Perdi o rumo de casa
razão do dia, fuso horário
andei em trilha de brasas
feito louco, visionário.

Ao findar do nosso beijar
não sabia quem eu era
e nosso terno abraçar
me pousou na primavera.

Um comentário:

Clau Assi Poesias disse...

Aproveitando o sábado e vivendo poesia.

Bom estar aqui.

Beijo ternurento.
Clau Assi