Translate

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Simples assim / por O.Heinze

Eis que em certo dia
sopra um vento de poesia
voam folhas, borboletas
saltam rolhas, correm letras
tudo é apenas alegria.

Formam sonhos, planam pipas
corpos soltos dançam fitas
fantasias também vão soltas
e as nuvens já são outras
a paixão e a vida agita.

Eis que certa feita
a natureza se enfeita
e tudo, tudo fica amor
e seja lá quem for
nessa coisa se deleita.

E o homem mais sem esperança
volta a ser a doce criança
o chão se enche de flores
o céu se cobre de cores
dos ouros da nova bonança.

Então me redescubro gente
também te encontro todo contente
cantamos com muita euforia
desejando que a doce poesia
volte sempre, volte sempre...

Um comentário:

Clau Assi Poesias disse...

Passando pra desejar feliz 2014!
Muito sucesso e poesia.

Beijo ternurento

Clau Assi