Translate

domingo, 1 de abril de 2012

Mulheres escritoras / por O.Heinze
(minha homenagem)

Essas mulheres escritoras
encantam-me com suas letras
prendem minha visão viajora
igual a belas borboletas...

Nesse mundo que dizem
ser ficção, fantasia
mas que deixa-me bem
em total euforia...

Querendo mergulhar fundo
no particular doce que exibem;
na alma das do outro mundo;
na mente das que aqui vivem.

Para poder absorvê-las inteiras
saciando minha fome de poesia
acendendo no coração a fogueira
queimadora da solidão que judia.

Se escrevessem sobre mim
com seus dedos mágicos
no meu peito cor marfim
na fronte e nos lábios...

Pois é tanto que amo
as literaturas tuas
que até me engano
nessas poesia nuas...

O real vira ficção
e a ficção minha vida
porque morro de emoção
a cada página lida...

2 comentários:

Aikatherine disse...

É isso mesmo, a vida nos proporciona momentos em que percebemos algo muito delicado e bonito, às vezes duro e feio.
Nestes momentos em que a ansiedade é o mundo, as palavras presas na idéia dos portões, não se atrevem a sair, porque há muita escuridão e da morte e da fome a portas fechadas. Tenho que sacudir a cabeça, liquidificador, e acordar em algum cinza em um sonho, sem saudade, vergonha e espero apenas para enfrentar o amor, não muda, como o amor.

Osvaldo Heinze disse...

Exatamente amiga Aikatherine!
Bjs!