Translate

sábado, 12 de novembro de 2011

A cor da paixão / por O.Heinze

Minhas cores enlouquecem
quando você se desnuda
esqueço do mundo em volta
mergulho em você
e me acho uma aquarela
de amor
de paz
de luz
de tudo
pintamos o sete
e eu fico morto de alegria
igual uma natureza morta...

4 comentários:

San_flower disse...

Delícia esse seu oema..traduz toda tua luz e frescor que absorve toda a insiração que a vida te presenteia.
beijo e bom domingo!
San

Osvaldo Heinze disse...

Minha vida só é bela
enquanto flores feita você
estiverem nos jardins
por meus caminhos...

Obrigado!

Bjs

Fada do Mar Suave disse...

Que linda poesia! Traz paz e alegria ao coração. Muito bom passear por aqui! Bjsss

Osvaldo Heinze disse...

Que bom que gostou Fada amiga. Fico feliz quando vc aparece aqui no blog. Bjs!